Bolsonaro passa por exames pré-operatórios em Brasília

Cirurgia de Bolsonaro será realizada em São Paulo Adriano Machado/Reuters - 01.09.2020 O presidente Jair Bolsonaro esteve nesta segunda-feira (21) no serviço médico do Palácio do Planalto para realizar exames pré-operatórios para a cirurgia de retirada do cálculo que tem na bexiga, à qual irá se submeter na sexta-feira da semana que vem (25). O procedimento será realizado pelo urologista Miguel Srougi no Hospital Vila Nova Star, da Rede DOr São Luiz, em São Paulo. Na semana passada, o presidente já havia feito alguns exames no próprio serviço médico do Planalto. Leia mais: Cálculo renal como o de Bolsonaro pode obstruir a bexiga A cirurgia é considerada simples e a previsão é a de que Bolsonaro fique de um a dois dias hospitalizado. Antes de se submeter ao procedimento, o presidente viajará ao Rio para fazer uma visita à Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende. Esta será a sexta cirurgia de Bolsonaro desde a facada que ele levou em 6 de setembro de 2018, durante a campanha ao Planalto. Foi o próprio presidente que falou a apoiadores sobre sua nova cirurgia, no início do mês, quando contou que estava com um cálculo na bexiga, "maior que um grão de feijão". "Esse cálculo aqui é de estimação. Eu tenho há mais de cinco anos, está na bexiga. É maior que um grão de feijão. Resolvi tirar porque deve estar aí ferindo internamente a bexiga", afirmou ele, na ocasião.

Bolsonaro passa por exames pré-operatórios em Brasília
Cirurgia de Bolsonaro será realizada em São Paulo Adriano Machado/Reuters - 01.09.2020 O presidente Jair Bolsonaro esteve nesta segunda-feira (21) no serviço médico do Palácio do Planalto para realizar exames pré-operatórios para a cirurgia de retirada do cálculo que tem na bexiga, à qual irá se submeter na sexta-feira da semana que vem (25). O procedimento será realizado pelo urologista Miguel Srougi no Hospital Vila Nova Star, da Rede DOr São Luiz, em São Paulo. Na semana passada, o presidente já havia feito alguns exames no próprio serviço médico do Planalto. Leia mais: Cálculo renal como o de Bolsonaro pode obstruir a bexiga A cirurgia é considerada simples e a previsão é a de que Bolsonaro fique de um a dois dias hospitalizado. Antes de se submeter ao procedimento, o presidente viajará ao Rio para fazer uma visita à Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende. Esta será a sexta cirurgia de Bolsonaro desde a facada que ele levou em 6 de setembro de 2018, durante a campanha ao Planalto. Foi o próprio presidente que falou a apoiadores sobre sua nova cirurgia, no início do mês, quando contou que estava com um cálculo na bexiga, "maior que um grão de feijão". "Esse cálculo aqui é de estimação. Eu tenho há mais de cinco anos, está na bexiga. É maior que um grão de feijão. Resolvi tirar porque deve estar aí ferindo internamente a bexiga", afirmou ele, na ocasião.