Cidade de SP amplia vagas em hotel para pessoas em situação de rua

Pessoas em situação de rua da capital paulista têm sofrido com a onda de frio Divulgação/ Fundo Social de São Paulo A Prefeitura de São Paulo anunciou a ampliação de vagas em hotel para acolher pessoas em situação de rua na cidade. Nesta quarta-feira (26), a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social inicia a hospedagem de mais 50 idosos no Hotel Plaza Apolo, localizado na região central da cidade. As novas vagas são destinadas aos idosos que estejam em condições de maior autonomia para o autocuidado, identificados pela equipe técnica do Centro de Acolhida para Adultos do qual foram encaminhados. As acomodações são duplas, mantêm o distanciamento entre as camas e seguem as orientações de higiene recomendadas pelas autoridades sanitárias no combate à pandemia da covid-19. O estabelecimento hoteleiro devera ser remunerado pela prefeitura (por diária e por pessoa) e oferecerá alimentação completa — café da manhã, almoço e jantar com horários estabelecidos — e serviço de limpeza.  O atendimento social será realizado pelos técnicos da parceria entre a  secretaria e a Osc (Organização Social Civil) Apoio (Associação de Auxílio Mútuo da Região Leste). A expectativa do governo municipal é que a contratação de novos serviços eleve para 200 o número de pessoas em hotéis. Atuação durante a pandemia A Prefeitura de São Paulo informou ainda que dispõe de 101 centros de acolhida para pessoas em situação de rua, totalizando 24.267 vagas. Durante a situação de emergência criou 1.272 novas vagas de acolhimento, sendo 672 em oito equipamentos emergenciais em centros esportivos, outras 400 em quatro CEUs (Centros Educacionais Unificados), utilizados durante a Operação Baixas Temperaturas.

Cidade de SP amplia vagas em hotel para pessoas em situação de rua
Pessoas em situação de rua da capital paulista têm sofrido com a onda de frio Divulgação/ Fundo Social de São Paulo A Prefeitura de São Paulo anunciou a ampliação de vagas em hotel para acolher pessoas em situação de rua na cidade. Nesta quarta-feira (26), a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social inicia a hospedagem de mais 50 idosos no Hotel Plaza Apolo, localizado na região central da cidade. As novas vagas são destinadas aos idosos que estejam em condições de maior autonomia para o autocuidado, identificados pela equipe técnica do Centro de Acolhida para Adultos do qual foram encaminhados. As acomodações são duplas, mantêm o distanciamento entre as camas e seguem as orientações de higiene recomendadas pelas autoridades sanitárias no combate à pandemia da covid-19. O estabelecimento hoteleiro devera ser remunerado pela prefeitura (por diária e por pessoa) e oferecerá alimentação completa — café da manhã, almoço e jantar com horários estabelecidos — e serviço de limpeza.  O atendimento social será realizado pelos técnicos da parceria entre a  secretaria e a Osc (Organização Social Civil) Apoio (Associação de Auxílio Mútuo da Região Leste). A expectativa do governo municipal é que a contratação de novos serviços eleve para 200 o número de pessoas em hotéis. Atuação durante a pandemia A Prefeitura de São Paulo informou ainda que dispõe de 101 centros de acolhida para pessoas em situação de rua, totalizando 24.267 vagas. Durante a situação de emergência criou 1.272 novas vagas de acolhimento, sendo 672 em oito equipamentos emergenciais em centros esportivos, outras 400 em quatro CEUs (Centros Educacionais Unificados), utilizados durante a Operação Baixas Temperaturas.