Empresária americana revela que se relacionou com Boris Johnson

Empresária revela que se relacionou com Boris Johnson Toby Melville/Reuters - 12.10.2020 A empresária americana Jennifer Arcuri admitiu, em entrevista publicada neste sábado (17) pelo tabloide Daily Mail, que teve um relacionamento amoroso com o agora primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. O político do Partido Conservador conseguiu evitar, neste ano, uma investigação criminal por ter, supostamente, favorecido Arcuri quando era prefeito de Londres, entre 2008 e 2016. Ao ser questionada sobre o relacionamento com o premiê no passado, a empresária evitou aprofundar o tema, mas confirmou as notícias publicadas pela imprensa britânica. "Acho que não faz diferença eu responder, está basicamente em todo lugar, mas não vou falar sobre isso", disse Arcuri. "Naquela época eu estava profundamente preocupada com ele, embora nunca tenha usado a palavra com L (de 'love', amor, em inglês). Eu não reconhecia estar apaixonada. Eu me preocupava muito com esse homem e acho que isso deixa tudo absolutamente claro. Isso é tudo o que quero dizer", completou. Arcuri é empresária do setor tecnológico e chegou a receber mais de 140 mil euros em dinheiro público, além de ter participado de várias missões comerciais da prefeitura de Londres ao exterior, durante o mandado de Johnson, segundo informações publicadas pela imprensa britânica. O agora primeiro-ministro participou como convidado de vários eventos da companhia da americana, embora tenha negado que a presença tenha sido uma forma de beneficiá-la. Em maio deste ano, o Escritório Independente de Conduta Policial, órgão supervisor da polícia, decidiu que a Johnson não deveria ficar sujeito a uma investigação criminal neste caso. A agência concluiu que o agora primeiro-ministro tinha uma "próxima ligação" com a mulher e talvez houvesse uma "relação íntima" entre eles, mas não encontrou base para uma averiguar a conduta do político conservador.

Empresária americana revela que se relacionou com Boris Johnson
Empresária revela que se relacionou com Boris Johnson Toby Melville/Reuters - 12.10.2020 A empresária americana Jennifer Arcuri admitiu, em entrevista publicada neste sábado (17) pelo tabloide Daily Mail, que teve um relacionamento amoroso com o agora primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. O político do Partido Conservador conseguiu evitar, neste ano, uma investigação criminal por ter, supostamente, favorecido Arcuri quando era prefeito de Londres, entre 2008 e 2016. Ao ser questionada sobre o relacionamento com o premiê no passado, a empresária evitou aprofundar o tema, mas confirmou as notícias publicadas pela imprensa britânica. "Acho que não faz diferença eu responder, está basicamente em todo lugar, mas não vou falar sobre isso", disse Arcuri. "Naquela época eu estava profundamente preocupada com ele, embora nunca tenha usado a palavra com L (de 'love', amor, em inglês). Eu não reconhecia estar apaixonada. Eu me preocupava muito com esse homem e acho que isso deixa tudo absolutamente claro. Isso é tudo o que quero dizer", completou. Arcuri é empresária do setor tecnológico e chegou a receber mais de 140 mil euros em dinheiro público, além de ter participado de várias missões comerciais da prefeitura de Londres ao exterior, durante o mandado de Johnson, segundo informações publicadas pela imprensa britânica. O agora primeiro-ministro participou como convidado de vários eventos da companhia da americana, embora tenha negado que a presença tenha sido uma forma de beneficiá-la. Em maio deste ano, o Escritório Independente de Conduta Policial, órgão supervisor da polícia, decidiu que a Johnson não deveria ficar sujeito a uma investigação criminal neste caso. A agência concluiu que o agora primeiro-ministro tinha uma "próxima ligação" com a mulher e talvez houvesse uma "relação íntima" entre eles, mas não encontrou base para uma averiguar a conduta do político conservador.