Relator admite que discussão sobre Renda Cidadã segue só após eleições

"É melhor passar as eleições para sentar à mesa de novo" Waldemir Barreto/Agência Senado-23/10/2019 O relator do Orçamento e da proposta que tratará da criação do Renda Cidadã, Marcio Bittar (MDB-AC), admitiu nesta quarta-feira (8) que as negociações em torno do programa devem ficar para depois das eleições municipais, marcadas para novembro. Ele disse que trabalha por um consenso que permita a criação do programa para substituir o Bolsa Família até o fim deste ano. O parlamentar reconheceu que o período eleitoral tem influenciado no posicionamento dos parlamentares, motivo pelo qual pretende esperar a realização do pleito para tocar as conversas na busca de um consenso. Várias fontes ligadas às negociações já tinham dito que o programa só será discutido depois das eleições. Leia mais: Renda Cidadã vai respeitar teto de gastos, garante Bittar "Momentos de eleição não são um bom conselheiro. Muitos deputados, senadores, estão muito envolvidos com isso. Então é melhor passar esse momento para que a gente sente à mesa de novo, todos que precisam responder a essa questão e cheguemos a um consenso", disse, em áudio fornecido por sua assessoria. O senador havia prometido a apresentação de um texto nesta semana, mas depois afirmou que ela ficaria para a próxima semana. Desta vez, Bittar não forneceu uma data para a apresentação da proposta.

Relator admite que discussão sobre Renda Cidadã segue só após eleições
"É melhor passar as eleições para sentar à mesa de novo" Waldemir Barreto/Agência Senado-23/10/2019 O relator do Orçamento e da proposta que tratará da criação do Renda Cidadã, Marcio Bittar (MDB-AC), admitiu nesta quarta-feira (8) que as negociações em torno do programa devem ficar para depois das eleições municipais, marcadas para novembro. Ele disse que trabalha por um consenso que permita a criação do programa para substituir o Bolsa Família até o fim deste ano. O parlamentar reconheceu que o período eleitoral tem influenciado no posicionamento dos parlamentares, motivo pelo qual pretende esperar a realização do pleito para tocar as conversas na busca de um consenso. Várias fontes ligadas às negociações já tinham dito que o programa só será discutido depois das eleições. Leia mais: Renda Cidadã vai respeitar teto de gastos, garante Bittar "Momentos de eleição não são um bom conselheiro. Muitos deputados, senadores, estão muito envolvidos com isso. Então é melhor passar esse momento para que a gente sente à mesa de novo, todos que precisam responder a essa questão e cheguemos a um consenso", disse, em áudio fornecido por sua assessoria. O senador havia prometido a apresentação de um texto nesta semana, mas depois afirmou que ela ficaria para a próxima semana. Desta vez, Bittar não forneceu uma data para a apresentação da proposta.